Vestidos com camisetas de super-heróis e com nomes de suas séries favoritas eles poderiam ser filhos de qualquer morador do condomínio. Seus cabelos e óculos ajudavam a acrescentar uma aparência ‘nerd’ ao estilo ‘geek’. Quando tiraram uma selfie dentro do elevador se mostraram tão à vontade quanto o mais antigo dos proprietários de apartamento. Mas, quando saíram, eles deixaram um rastro de prejuízo e medo. Assim, deixando nada a desejar às mais perigosas quadrilhas de roubo a condomínios do país.

O fato foi registrado com grande estardalhaço na mídia, em Santos. Segundo os jornais locais, para conseguirem entrar no condomínio, de classe média alta, a dupla responsável por este último caso disse ao porteiro que eles moravam há pouco tempo no prédio.

Além disso, a polícia comentou que os criminosos andaram pelas dependências do edifício.  Foram até a cobertura e desceram ao 8º andar.

Assim, tocaram a campainha de um apartamento, e como ninguém atendeu, arrombaram a porta. Logo, chegaram a marcar um “x” ao lado da fechadura, para calcular o ponto exato para arrombar e entrar o mais rápido possível, sem fazer barulho.

Quadrilhas praticam furtos variados

Os criminosos furtaram joias e relógios, tudo avaliado em cerca de R$ 10 mil. Em seguida, saíram com mochilas carregadas, sem que ninguém percebesse o que ocorreu. Além disso, a saída da dupla também foi registrada pelas câmeras. Eles aparecem bebendo refrigerantes no elevador social e posando para nova selfie.

Quem não está acompanhando a grande incidência dos golpes das chamadas quadrilhas geeks ainda se surpreende e se pergunta: Mas como isso ainda acontece?

E a resposta é: Acontece porque os procedimentos de segurança ainda continuam sendo abandonados pela simples confiança na aparência das pessoas.

Para evitar que seu condomínio caia neste golpe é fundamental reforçar a  conscientização de segurança com algumas ações práticas como:

  • Os moradores informarem às guaritas os dados de eventuais visitantes;
  • Os filhos, pais, irmãos e outros visitantes que pertençam à família do morador  devem ser previamente cadastrados;
  • Quando da realização de festa, o condômino deve encaminhar, com antecedência, lista dos convidados à portaria para que o acesso seja liberado após identificação e conferência;
  • O acompanhante do condômino deve descer do veículo antes de entrar à garagem, sendo orientado a se dirigir à entrada de pedestres;
  • O condômino deve passar sozinho pela eclusa e aguardar a liberação de seu convidado na parte interna e segura do prédio;
  • O desconhecido obrigatoriamente deve passar pelo processo de identificação e, somente após sua identificação, poderá ter o seu acesso liberado.

Assim nerds, geeks e moradores de todos os estilos estarão protegidos.

O que achou do conteúdo de hoje sobre o ataque de quadrilhas ‘geeks’? Interessante? Então, não deixe de acessar este artigo sobre como prevenir invasões em condomínios!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here