O síndico é uma figura chave do condomínio, é o representante legal do condomínio, ou seja, o responsável Civil, Penal e Trabalhista.

O Síndico é uma figura que interage com muitas pessoas, é responsável por decisões importantes e suas consequências.

Mas até onde chegam suas obrigações?

Quais são as funções do síndico?

O síndico é multitarefas: além de tomar conta de várias funções, interage constantemente com diferentes moradores, fornecedores, e funcionários.

O síndico é quem decide a melhor forma de cumprir com as decisões da Administradora, Corpo Diretivo e assembleias, além de controlar que, de fato, as tarefas nesse sentido sejam cumpridas.

As funções e deveres do síndico estão especificadas no Art. 1.348 do Código Civil, mas dentre as mais importantes podemos mencionar:

As funções do Síndico são:

• Cumprir as funções exigidas pela lei e convenção do condomínio;
• Contratar, demitir e orientar funcionários no que se refere as suas funções;
• Intermediar conflitos, pelo menos até onde sua função e o Regulamento Interno dizem respeito;
• Fazer cumprir a lei, o regulamento interno do condomínio e as decisões das assembleias;
• Aplicar multas quando for necessário;
• Manter em dia as obrigações legais do condomínio;
• Zelar pelo cumprimento do regulamento interno do condomínio e das decisões de assembleias, ou seja, ou síndico é quem coloca em prática a decisão da maioria.
• O síndico não é obrigado a possuir conhecimentos técnicos específicos, mas ele pode contar com a ajuda de profissionais especializados.

Além dos pontos aqui mencionados, você pode obter mais informações consultando nosso E- book.

O síndico não precisa e dificilmente terá domínio de todas as atividades que envolvem a gestão condominial, (administrativa, financeira, tributária, jurídica,) e a parceria com uma Administradora de Condomínios, experiente, ética e atualizada é fundamental para o êxito nesta gestão.

E quais são as funções que o síndico não é obrigado a fazer?

Tão importante como conhecer os deveres e obrigações, é saber até onde chega o poder do síndico. Vejamos algumas particularidades da função:

• O síndico não pode evitar, menosprezar ou ignorar as dúvidas e perguntas dos moradores (porém lembrando que o síndico tem seu horário de trabalho), como também ser subjetivo na resolução de conflitos.
• De forma nenhuma deve incomodar, ser grosseiro ou impertinente, principalmente na hora de cobrar os devedores,
• Aprovar por si só obras ou gastos que precisem da autorização ou consentimento da maioria, (porém ele pode aprovar obras emergenciais ou necessárias, desde que devidamente justificadas).

Quem for assumir a função de síndico precisa ser uma pessoa bastante sociável, extrovertida, comunicativa, organizada e paciente, mas é necessário que possua firmeza e determinação porque, no fim das contas, é o chefe do condomínio.

Esse post foi um resumo explicativo dos principais deveres e funções do síndico. Caso queira aprofundar mais, baixe gratuitamente nossa Guia sobre Cargos e Funções no Condomínio.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here