Dia do trabalho: mudanças e desafios diante da pandemia.

Novos rumos, mudanças, incertezas e desafios. Veja porque esse Dia do Trabalho deve ser tornar um marco nas relações trabalhistas.

Com certeza este Dia do Trabalho não vai ser igual àquele que passou.  A pandemia da Covid-19 está trazendo mudanças profundas no comportamento humano, influenciando diretamente as relações trabalhistas.

O momento é de reflexão. Se ainda pouco se sabe sobre o coronavírus, são também muito tênues as linhas que começam a traçar as mudanças e os desafios que os trabalhadores devem enfrentar agora e em um futuro próximo.

O salto transformador foi súbito e inesperado, exigindo respostas e soluções rápidas, mas que ainda não estão prontas. Neste cenário de mudança, uma nova estrutura começa a surgir, acelerando tendências, transformando alicerces, criando novos parâmetros e protocolos.

A seguir, veja o que o trabalhador deve esperar a partir deste 1º de maio e como é possível encaixar produtivamente nesta transformação. Afinal, o maior trunfo do ser humano ao longo do tempo sempre foi sua incrível capacidade de adaptação. Tenha uma boa leitura!

Dia do Trabalho: os desafios das próximas conquistas

O Dia do Trabalho surgiu após a histórica paralisação de trabalhadores americanos, em 1º de maio de 1886. Dentre as reivindicações, o movimento pedia melhores condições de trabalho, consideradas desumanas e a redução da carga horária de 13 para 8 horas diárias.

O exemplo conquistou o mundo, mas no Brasil, a data só passou a ser oficial a partir de 1924, pela caneta do, então, presidente Artur Bernardes.

Hoje, em tempos de coronavírus, os desafios são bastante diferentes. Tendências estão sendo aceleradas, novos nichos estão surgindo e a legislação precisa acompanhar as mudanças.

Se por um lado a consolidação do home office é inevitável no isolamento social, por outro nem todas as funções podem ser desempenhadas a distância. Este é um Dia do Trabalho inusitado, talvez um marco de desafios e conquistas para as gerações futuras.

Como fica o trabalho durante o isolamento social?

O isolamento social trouxe modificações pontuais e urgentes, mas a expectativa é que muita coisa mude definitivamente. Ainda pouco se sabe sobre o coronavírus e se haverá ou não necessidade de nos manter futuramente em períodos de quarentena intermitente, já que há a suspeita de que novas ondas de contaminação possam ocorrer.

Home office deixa de ser tendência para ser necessidade, nesse Dia do Trabalho ganhando força. No entanto, na transição do trabalho presencial para o remoto, além da adaptação física e emocional, trabalhadores e empregadores convivem com muitas dúvidas e indefinições.

Pandemia acelera a corrida para o futuro

No entanto, nem de longe o home office foi a única tendência a ser acelerada. O isolamento social exigido pelo novo coronavírus apressou a corrida para o futuro, voltando ainda mais o foco para a modernização tecnológica.

O Dia do Trabalho encontra um mercado que precisa se atualizar em tecnologia para manter a produtividade, mesmo a mais básica. O que antes era um diferencial de competitividade, hoje é uma questão de sobrevivência.

O síndico profissional ou morador, por exemplo, que conta com uma administradora de condomínios que ofereça ferramentas tecnológicas de ponta não só ganha um parceiro para dividir as responsabilidades na gestão de condomínios, mas também agilidade.

Hoje, é possível, por exemplo, consultar e aprovar prestação de contas e participar de assembleia digital, remotamente e com toda a segurança.

É a tecnologia mantendo as pessoas unidas remotamente, agilizando processos e fazendo girar a roda da economia.

Melhor para as empresas de administração condominial, visionárias que saíram na frente. Contudo, a corrida pela modernização está apenas começando.

Isolamento social dá novo ênfase a nichos pouco valorizados

Nova era, novos hábitos. O Dia do Trabalho chega em um período tenso, repleto de desafios, mas também com boas oportunidades.

O isolamento social deu novo ênfase aos serviços antes pouco valorizados, como o delivery e o Ensino a Distância (EAD), e incrementou ainda mais o já forte e-commerce, por exemplo, setor cada vez mais consolidado no dia a dia e que devem alavancar ainda mais mudanças.

Com isso, os próprios condomínios precisam repensar suas estratégias para atender aos moradores. O aumento no número de entregas requer uma nova visão sobre a segurança na portaria, assim como nos hábitos de higiene e assepsia dos funcionários.

Essa relação à distância que se desenha cada vez mais forte, no entanto, deve focar no fundamental: a criatividade sem esquecer a humanização dos serviços.

É o caso, por exemplo, da Telemedicina, cuja atividade está liberada durante o período de isolamento social pela PL 996/2020. O projeto de lei prevê ainda a ampliação do serviço de telemedicina após o fim da pandemia, com a regulamentação dessa modalidade de atendimento pelo Conselho Federal de Medicina.

Com tantas mudanças e desafios, com certeza esse é um Dia do Trabalho histórico. Que consigamos fazer dele um marco na evolução de relações trabalhistas cada vez mais humanas, com todo apoio da tecnologia.

O conteúdo de hoje foi útil para você? Compartilhe conosco sua opinião sobre esse Dia do Trabalho e continue acompanhando as novidades do blog da Habitacional!

Deixe seu comentário

Fique por dentro

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades.

Scroll Up

2ª VIA DE BOLETO

Selecione abaixo seu boleto

logotipo sob-medida

Por que gastar mais com serviços que você não usa?
A HABITACIONAL possui um pacote feito SOB MEDIDA para se condomínio.

Solicite uma proposta

** Região de atuação: SP - capital.
* Campo obrigatório

2ª VIA DE BOLETO CONDOMÍNIO

2ª VIA DE BOLETO ALUGUEL